Prefeitos conseguem união inédita em defesa dos interesses do Alto Jequitinhonha

Prefeitos conseguem união inédita em defesa dos interesses do Alto Jequitinhonha

Lideranças do Alto Jequitinhonha, entre prefeitos, deputados estaduais, federais, empresários e representantes da sociedade civil participaram hoje (1-10-2021), em Diamantina, do 1° Encontro Inter-Regional do Consórcio Intermunicipal de Infraestrutura da Associação dos Municípios do Alto Jequitinhonha (CII-AMAJE). O objetivo foi discutir desenvolvimento econômico e social da região, que não vem recebendo, nos últimos anos, a devida atenção por parte dos governos estadual e federal.

Convidado especial do encontro, o diretor jurídico da presidência do Senado, Alexandre Silveira, observou que, em solo de Diamantina, é impossível falar de desenvolvimento econômico e social sem se lembrar do maior estadista do país, o visionário presidente Juscelino Kubitschek. Numa região que é conhecida como uma das mais carentes de Minas, Silveira se lembrou das dificuldades que milhares de brasileiros vêm enfrentando nos últimos tempos, com a alta da inflação, custo de vida elevado, milhares de desempregados e milhões vivendo na miséria.

“Conheço muita gente que passou a cozinhar no fogão a lenha porque não consegue comprar um botijão de gás que, hoje, está custando mais de 100 reais, o que é mais de 10% do salário-mínimo”, observou Silveira. Para ele, o país precisa comemorar o recorde na exportação de carne, mas não se pode perder de vista que essa mesma carne não pode estar no prato de milhares de brasileiros por conta de seu alto custo no mercado interno.

Para o diretor da presidência do Senado, Minas e o Brasil precisam se inspirar no legado do presidente JK, no seu otimismo, e unir forças para superar o momento difícil que o país atravessa. “Só há um caminho: trabalhar, trabalhar e trabalhar, junto com os prefeitos, com os nossos deputados, para fazer acontecer. Só assim vamos conseguir alcançar esse almejado desenvolvimento econômico e social e melhorar a qualidade de vida das pessoas”, destacou.

Municipalismo
Alexandre Silveira ainda falou da importância do municipalismo e ressaltou que o Congresso Nacional, sob a presidência do senador Rodrigo Pacheco, vai continuar sendo uma extensão dos municípios mineiros. “Defendemos o municipalismo porque é nos municípios que a vida acontece; é neles que precisamos desenvolver políticas públicas para gerar emprego e renda, oferecer saúde, educação e segurança de qualidade”, assinalou Silveira.

“É muito preocupante quando vemos que o botijão de gás está custando mais de R$ 100, portanto, mais de 10% do salário-mínimo, que um litro de gasolina custe mais de R$ 7. É angustiante ver milhões de brasileiros vivendo na miséria. Tudo isso mostra que é preciso trabalhar com muita dedicação e união de todos para melhorar a vida das pessoas”, acrescentou Alexandre Silveira.

“Nosso objetivo é unir os municípios para buscar melhorias para a nossa região”, explicou o presidente do CII-AMAJE de, Antônio Vicente de Souza (Toninho). Também prefeito de Gouveia, ele entregou a Alexandre Silveira uma carta com reivindicações da região, como fomento ao turismo e melhoria na infraestrutura rodoviária, além de uma atenção especial para a crise hídrica que tem afetado muito os municípios do Alto Jequitinhonha.

Anfitrião do encontro, o prefeito de Diamantina, Juscelino Roque, ressaltou a importância de os municípios da região estarem unidos em defesa de melhorias para a população da região e destacou a ajuda que o Jequitinhonha vem recebendo de Alexandre Silveira e do senador Rodrigo Pacheco. “Alexandre Silveira está trazendo Brasília para Diamantina, para o interior de Minas. Nunca houve isso na nossa história e precisamos aproveitar esse momento”, destacou Juscelino.

“Vale agora tem voz”
O empenho de Alexandre Silveira e Rodrigo Pacheco foi ressaltado por quase todos os 34 prefeitos presentes ao encontro, que reiteraram o apelo para que eles continuem levando ajuda para os municípios. “O Vale do Jequitinhonha sempre teve força, mas nem sempre teve voz. Graças a Alexandre Silveira, que não fica no gabinete, no ar condicionado, atrás das mesas, agora podemos ter voz”, destacou Ricardo dos Santos, prefeito de Felipe dos Santos.

Num discurso emocionado, o prefeito do Serro, Epaminondas de Miranda (Nondas), agradeceu o trabalho de Alexandre Silveira e do senador Carlos Viana para ajudar as cidades do Jequitinhonha. “Alexandre e Viana têm um olhar especial para o nosso Vale”, assinalou Nondas, que ressaltou também a importância da união dos prefeitos em defesa dos interesses da região.

O senador Carlos Viana, outro dos convidados especiais do encontro, ressaltou que esta foi uma semana histórica para Minas Gerais, que começou segunda-feira com a derrubada de veto presidencial à inclusão de 81 municípios do Vale do Rio Doce na área da Sudene e com a aprovação de recursos para o metrô de Belo Horizonte. “Na vida pública temos que ter ousadia para buscar as soluções que nem sempre são fáceis”, assinalou Viana, após ressaltar que não foi a Diamantina para falar de problemas e, sim, de soluções.
Participaram também do encontro em Diamantina os deputados federais Igor Timo, Hercílio Diniz, Eros Biondini e Mauro Lopes, e os estaduais Tadeu Leite, Arlen Santiago, Tito Torres e Gil Pereira

Nova delegacia regional
O primeiro compromisso de Alexandre Silveira em Diamantina foi uma visita à Delegacia Regional, que atende 19 municípios da região, onde foi recebido pelo delegado regional Carlos Eduardo Santos Rodrigues. Delegado de carreira da Polícia Civil de Minas. Alexandre ficou estarrecido com a cenário encontrado: “o que vimos foi uma sede sem a menor infraestrutura, sem condições dignas de trabalho para os policiais e nem de atendimento para a população”.

Após a visita, Alexandre Silveira assumiu o compromisso de ajudar a viabilizar recursos para a construção de uma nova sede para a delegacia regional. O prefeito de Diamantina, Juscelino Roque, anunciou que fará a doação do terreno.

“Se o governo do Estado não construir a nova sede, eu assumo o compromisso de correr atrás dos recursos para a obra. A população do Vale do Jequitinhonha merece um atendimento de segurança pública de qualidade, assim como os meus colegas da Polícia Civil merecem um local digno para trabalhar”, assinalou Silveira.