União em prol da Polícia Civil

União em prol da Polícia Civil

A Reforma Previdenciária, em tramitação na ALMG, enviada pelo Governador Romeu Zema, em junho, reforçou uma importante característica da Polícia Civil de Minas Gerais, a qual faço parte desde o anos de 1998: a união da classe. Foi uma batalha travada em prol de milhares de servidores da segurança pública para que a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 55/20 e do Projeto de Lei Complementar (PLC) 46/20. A nossa mobilização culminou com a suspensão do trâmite da matéria na Casa Legislativa, que deveria ter sido toda feita em julho.

A união dos representantes de servidores das áreas de segurança pública foi importante para estabelecer e garantir o diálogo junto ao Governo do Estado. Para isso, travamos uma batalha e conseguimos mobilizar lideranças das entidades de classe e os parlamentares. Um dos momentos mais marcantes foi uma mobilização que fizemos com policiais civi na porta da Assembleia Legislativa, enquanto uma comitiva, se reuniu com o relator da matéria, o deputado Cássio Soares. Entregamos um documento assinado por todas as entidades da Polícia Civil com as propostas convergentes à Reforma Previdenciária, assegurando a manutenção de direitos dos servidores que foram conquistados e assegurados pela ALMG, ao longo de anos de luta.

As entidades representativas dos servidores públicos da Segurança Pública de Minas Gerais promoveu um importante debate sobre a Reforma da Previdência. Participamos ativamente dos debates promovidos pela ALMG.

1 Comentário(s)

Deixe um Comentário

Seu comentário foi enviado para moderação.