PSD MULHER DE MINAS TEM NOVAS LIDERANÇAS

PSD MULHER DE MINAS TEM NOVAS LIDERANÇAS

Na tarde de quarta-feira (5), o presidente do PSD de Minas, Alexandre Silveira, conduziu Lenita Noman ao cargo de coordenadora do PSD Mulher de Minas Gerais e Fernanda Zatar Bicalho ao de vice-coordenadora. “Não há dúvidas de que o PSD Mulher está em boas mãos. A participação feminina é fundamental para o exercício e fortalecimento da democracia. Nosso partido deseja às duas competentes mulheres uma gestão produtiva. Reiteramos o nosso total apoio ao trabalho excepcional que temos certeza que será desempenhado por elas”, afirmou Silveira.

Por meio da informação, valorização e garantia de maior participação feminina na política estadual, a nova gestão pretende dar voz às mulheres. Lenita Noman considera a coordenação do PSD Mulher um novo desafio e disse que se sente honrada com a grande responsabilidade. “Somos o segundo colégio eleitoral do país, com 853 municípios. Sob a orientação de nosso presidente Alexandre Silveira e a parceria de Fernanda Zattar queremos estimular as mulheres de nosso Estado a participarem da política partidária. Trazer lideranças, capacitar e estimular candidaturas femininas são nossos principais objetivos. Contamos com a participação de todas e de todos para concretizar essas metas”, destacou.

“A coordenadora Lenita Noman é uma mulher competente, engajada, com grande representatividade que vem para somar conosco. Junto à vice-coordenadora, Fernanda Zatar, e sob a liderança da experiente Alda Marco Antonio, coordenadora nacional, fará um belíssimo trabalho”, disse o presidente estadual, Alexandre Silveira. Ele fez questão de relembrar das coordenadoras anteriores que muito contribuíram para o crescimento do partido. “Agradecemos às quatro lideranças que passaram pela coordenação do movimento pessedista feminino durante esses nove anos de PSD e destacamos a importância das mais de 300 coordenadoras municipais que estão no dia a dia dos municípios e conhecem de perto a realidade das mulheres de cada região”, pontuou.