HOSPITAL DA BALEIA VAI GANHAR NOVO EQUIPAMENTO PARA TRATAR CÂNCER

HOSPITAL DA BALEIA VAI GANHAR NOVO EQUIPAMENTO PARA TRATAR CÂNCER

O Hospital da Baleia, um dos maiores hospitais filantrópicos de Minas Gerais em volume de atendimento a pacientes carentes, receberá uma verba de R$ 4 milhões do governo federal. O recurso será utilizado para a aquisição de um equipamento de branquioterapia a fim de dar mais qualidade e celeridade no diagnóstico de câncer. A verba foi viabilizada pelo senador Rodrigo Pacheco, presidente do Congresso Nacional, e pelo diretor da Presidência do Senado, Alexandre Silveira.

“Somos muito gratos ao senador Rodrigo Pacheco e ao diretor Alexandre Silveira por nos atender nessa demanda tão importante para o hospital. Queremos intensificar e melhorar ainda mais a performance dos nossos atendimentos”, assinalou Tereza da Gama Guimarães Paes, diretora-presidente da Fundação Benjamin Guimarães/Hospital da Baleia, logo após audiência com o suplente de senador Alexandre Silveira, na Presidência do Senado, em Brasília, na manhã desta segunda-feira (19/07).

O senador Rodrigo Pacheco tem trabalhado intensamente para conseguir recursos para vários hospitais mineiros em todas as regiões do Estado. “Como já fui secretário de Saúde do Estado, conheço de perto os problemas enfrentados pelos hospitais e, tanto eu quanto o presidente do Senado, sabemos que essas instituições vêm sendo muito penalizadas pela crise econômica. Por isso, temos feito, de forma intensa, um trabalho junto ao Ministério da Saúde para conseguir a liberação dessas verbas tão importante para melhorar o atendimento na área de saúde”, conta Alexandre Silveira.

O Hospital da Baleia atende a 95% de seus pacientes por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), realizando um trabalho de grande impacto social junto à população carente de todo o Estado, atendendo a 88% dos municípios mineiros. Dentre a série de atendimentos realizados pelo hospital, em diversas clínicas, há o Núcleo de Radioterapia. O hospital é referência estadual no tratamento do câncer desde 1982, quando iniciou o tratamento de pacientes adultos. Em 2003, esse tratamento foi estendido a pacientes pediátricos. A instituição possui serviço oncológico completo, contando com cirurgia oncológica, oncologia clínica, hematologia, oncologia pediátrica, radioterapia e atendimento integral pela equipe multidisciplinar.

O diretor da Presidência do Senado disse que essa é uma iniciativa que está sendo liderada pelo presidente Rodrigo Pacheco e que essa união de forças tem resultado num montante considerável de recursos, que vão melhorar muito o atendimento de saúde de todos os mineiros.